Por que você deve PARAR de enviar seus e-mails e precisa repensar estratégias

Blablablames 1 - UX Academy

Sumário

Parem as máquinas! Cancelem os e-mails! É hora de reunir a equipe e repensar as estratégias.

Há muitas empresas por aí, principalmente durante essa pandemia, usando e abusando do e-mail marketing como uma ferramenta de comunicação. É muito bom e gratificante ver que mais pessoas estão fazendo uso dessa importante ferramenta para alcançar seus clientes. Mas… tem um problema.

E-mails em excesso cansam, matam a confiança e fazem o interesse se converter em desdém.

Não adianta enviar dois, três e-mails POR DIA para aquela lista de contatos que o seu comercial possui. Se o cliente não se interessou pelo primeiro e-mail que você enviou hoje, dificilmente ele irá se interessar pelo segundo.

Claro, você até pode vencer pelo cansaço. Mas, quantas pessoas irão denunciá-lo por spam ou cancelar a inscrição no seu mailing até lá?

Isso é algo que você deve pensar antes de criar suas estratégias de comunicação digital.

Criando uma estratégia de e-mail marketing eficiente

Sua estratégia de e-mail marketing deve ser pautada em interesses. Você pode ter várias trilhas de e-mail sendo enviadas em paralelo, desde que cada uma delas tenha seus objetivos devidamente descritos e seja enviada no momento certo e para as pessoas certas.

Não vale a pena enviar um e-mail mais voltado para a venda para contatos que ainda estão conhecendo sua marca, mas não demonstraram interesse em adquirir um produto ou solução. Mais vale nutrir essas pessoas com informações relevantes e que podem ajudá-las e, no máximo, fazer uma menção a algo que você oferece, mas sem oferecer isso diretamente, entendeu?

É como falar para alguém sobre algo que resolveu a sua vida, esperando que ela pergunte “qual o nome?” – e aí, você mostra tudo a respeito do produto para ela.

O erro de muitas empresas por aí é disparar dezenas ou centenas de e-mails sem qualquer consideração.

Cuide da estrutura do seu e-mail marketing

E-mails devem ser rápidos, objetivos. A comunicação direta faz toda a diferença, principalmente quando eles são animados. Já é tão monótono ter de abrir a caixa de e-mails e ver aquela lista gigantesca “pulando na tela”, por que deixar isso ainda mais tedioso?

É super confortável abrir um e-mail e ver aquela comunicação que parece ter sido feita para você, com imagens que despertam seu interesse, títulos chamativos e até gifs que tornam tudo mais gostoso de ler. Dá vontade de interagir, né?

Tenho certeza que você já recebeu algum e-mail assim, principalmente se estiver inscrito em algum mailing da UX4YOU (fica a dica). Mas, tudo isso é apenas parte da magia. A arte de criar um e-mail marketing vai muito além desses elementos, e é sobre isso que vamos conversar a seguir.

Seja coerente no envio dos seus e-mails

É preciso conhecer o momento do lead ou cliente que você possui. Tenha a jornada de compra dele muito bem traçada, se possível, com a ajuda de um CRM e funil de vendas. Assim, fica mais fácil determinar quais conteúdos serão enviados e quando esse envio acontecerá.

Não se atenha apenas a ofertas e promoções. Muitas vezes, não é o momento de fazer isso.

Leve novidades, informações relevantes… De repente, uma nova medida anunciada pelo governo, que pode facilitar a vida do cliente. Ensine algo novo, compartilhe o seu conhecimento e disponibilize-se para ajudar.

Esses e-mails com um contato mais pessoal podem ser usados para adquirir mais informações sobre o que os clientes estão precisando e nortear suas decisões sobre quais serviços oferecer e que direcionamento adotar com a sua empresa.

Isso é só um pouco do que fazemos aqui na UX4YOU

Legal, né? Continue ligado no blog da UX4YOU para muitas outras dicas que irão turbinar suas estratégias digitais e de conteúdo.

Estamos aqui para ajudar!

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco pelos comentários, e-mail, telefone ou WhatsApp. Estamos em todos os lugares. 🙂

O que você achou disso?

Clique nos ícones

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post!

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Compartilhe!